terça-feira , outubro 16 2018

Weverton Rocha faz visita à Assembleia para agradecer apoio dos deputados.

O deputado federal e senador eleito Weverton Rocha, presidente estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT/MA), fez uma visita de cortesia à Assembleia Legislativa, na manhã desta terça-feira (9/10), dois dias depois das eleições da qual saiu eleito como o candidato mais votado para o Senado da República.

Weverton cumprimentou e agradeceu cada parlamentar presente à sessão pelo apoio que recebeu nas eleições de 2018, que o consagraram como um dos senadores eleitos pela coligação do governador Flávio Dino (PC do B). Ele alcançou o percentual de 35.02%, sendo o mais votado com 1.997.443 votos.

Segundo Weverton, o povo apostou na renovação e no trabalho do grupo liderado pelo governador Flávio Dino. “Ainda tomado de muita emoção e da responsabilidade atribuída a mim pelo povo maranhense, vim aqui agradecer e retribuir o apoio à classe política. Tínhamos certeza da vitória, mas não do tamanho. Muito feliz por essa expressiva votação, que agradeço a Deus em primeiro lugar e ao povo do Maranhão. Tive o apoio da maioria dos deputados desta Casa. A classe política foi muito importante na união e na unidade desse projeto”, ressaltou.

“Vim retribuir e agradecer a todos que me apoiaram nessa jornada vitoriosa. O meu mandato vai ser um mandato a serviço de todos os maranhenses. Vim me colocar à disposição. Meu gabinete será a extensão dos gabinetes dos deputados do Maranhão”, acrescentou o senador eleito e o mais votado nas eleições.

Segundo turno

Sobre o seu posicionamento no segundo turno das eleições presidenciais, Weverton Rocha declarou que vai apoiar a candidatura de Fernando Haddad.

“Sou deputado de segundo mandato e convivo com o Bolsonaro na Câmara, o conheço. O Brasil não pode entrar numa aventura. Não vai se resolver os problemas do Brasil com palavras rápidas e intolerância. Estamos numa crise profunda e não se pode brincar de Presidência da República. Não dá pra se discutir agora quem é que é mais ou menos preparado, temos que discutir o Brasil. Reconhecemos os acertos e os erros cometidos pelo PT. Eu não tenho dúvidas de que o Haddad tem as melhores propostas. Vamos lutar por ele”, argumentou.

Veja Também

Acidente envolvendo moto e ônibus mata mulher na Cohab na capital São Luís.

Uma mulher de 28 anos, identificada como Rosilene Santos e Santos, morreu após acidente envolvendo ...